Palavra do Fundador

A CONDIÇÃO PARA SEGUIR JESUS

 

O chamado para seguir Jesus, muitas vezes, acontece da forma mais inimaginável, onde, provavelmente, aquele ou aquela que ouve a voz do Senhor se questiona: “mas eu”? Deus sempre encontra algo de bom que se destaca em nós, pois não olha os nossos pecados, mas a grande oportunidade de sermos melhores e diferentes! Isso, porém, somente percebemos no limiar da nossa caminhada com Ele, quando deixamos de seguir os nossos próprios desejos e prazeres para vivermos segundo a Tua vontade e os Teus desígnios, a fim, de nos tornarmos homens e mulheres puros e íntegros diante das realidades deste mundo tenebroso!

Se buscarmos e aprofundarmos no chamamento dos discípulos, conforme nos narram os Evangelhos e as Cartas, iremos perceber que aqueles que posteriormente se tornaram Apóstolos foram pessoas que viviam numa vida distante das realidades evangélicas, ou seja, tinham uma vida ligada aos vícios e pecados. Mas, o Senhor viu naqueles homens algo muito valioso que mesmo oculto em seus corações, os tornariam capazes de transmitir ao mundo a alegria do Evangelho, pois, Deus mesmo os moldaria com Tua Misericórdia, renovando e transformando suas vidas, capacitando-os através dos ensinamentos adquiridos na convivência diária e de intimidade com o Mestre.

Como diz a Palavra de Deus, “não lancemos olhares desesperados”, principalmente diante do chamado que Ele nos faz, pois, com certeza nos capacitará para as mais necessárias obras, a fim de que muitos conheçam e experimentem a profundidade do Teu amor. Não podemos nos amedrontar diante das dificuldades que encontraremos pelo caminho, pois, o Senhor nos chama, nos capacita e nos envia como cordeiros no meio de lobos!

Olhemos, então, para cada um de nós e para a nossa vida: será que estamos correspondendo ao chamado que o Senhor nos fez? Estamos de fato sendo evangelizadores e anunciadores das verdades que com Ele aprendemos, a fim de salvar e resgatar almas para que tenham um sentido novo em suas vidas? Ou estamos preocupados somente com a nossa própria vida, com o que comeremos, com o que beberemos, com o que vestiremos e outras situações de conforto pessoal?

Tenhamos todos, a certeza de que os frutos que produzirmos em favor da salvação de cada irmã e irmão, serão  um dia, depositados na mesa preparada no momento do encontro pessoal no Reino dos Céus com Aquele que nos chamou a segui-Lo e fazer a Tua vontade neste mundo!

 

“Tu és meu servo, eu te escolhi, e não te rejeitei”; nada temas, porque estou contigo. (Is 41, 9-10).

 

 

Tita Bulhões – Fundador da Comunidade Católica Missão Rainha da Paz.